Famílias sem-teto são retiradas do Cine Marrocos, em São Paulo

Segundo a Polícia Militar, a operação ocorreu por volta das 6h da manhã, sem conflitos

Por O Dia

São Paulo - Famílias sem-teto que ocupavam o antigo Cine Marrocos, no centro da capital paulista, foram retiradas dali neste sábado em uma ação de reintegração de posse. Segundo a Polícia Militar, a operação ocorreu por volta das 6h da manhã, sem conflitos.

O número de famílias retiradas do local não foi informado pela Polícia Militar. Em setembro deste ano, a Justiça de São Paulo havia adiado um pedido de reintegração de local, feito pela prefeitura, que é a dona do terreno.

Versão da prefeitura

Por meio de nota, a prefeitura de São Paulo informou que a reintegração de posse no Cine Marrocos foi autorizada pela Justiça e que o prédio pertence à prefeitura. Ele foi ocupado em 2013.

"Desde então, o município negocia a saída pacífica e gradual das famílias. Ao longo desse período, das cerca de 250 que ocuparam o prédio inicialmente, mais de 120 deixaram o local em comum acordo com a prefeitura. As 127 famílias que permaneciam no local já estão cadastradas nos programas municipais. Cerca de 35 famílias em situação de vulnerabilidade têm direito a auxílio aluguel", diz a nota.

A prefeitura informou também que famílias de imigrantes representavam 45% das pessoas que ocupavam o local e que para elas serão destinadas vagas no Centro de Referência e Acolhida do Imigrante (CRAI). "Depois que for desocupado e reformado, o edifício será sede da Secretaria Municipal de Educação, desonerando o município do aluguel de mais de cinco prédios", diz a nota.

Últimas de Brasil