Esplanada: Governo fará ofensiva para ser aproximar de entidades estudantis

Secretário nacional da Juventude, Bruno Júlio, cujo órgão é ligado ao Planalto, lança dia 29 o ‘Identidade Jovem’

Por O Dia

Brasília - O Governo fará a primeira ofensiva para se aproximar dos jovens – em especial das entidades estudantis, com pacote de medidas de impacto. O secretário nacional da Juventude, Bruno Júlio, cujo órgão é ligado ao Planalto, lança dia 29 o ‘Identidade Jovem’.

Entre outros pontos, amplia a permissão de ‘meia entrada’ nos programas culturais, e reserva duas vagas gratuitas e duas com desconto de 50% em ônibus de viagem interestaduais, barcas e trens, para pessoas de baixa renda. A ‘carteirinha’ do ID Jovem será virtual, via aplicativo de celular ou internet.

No saldo

Uma medida vai mexer com o caixa da União Nacional dos Estudantes. A carteirinha de estudante hoje emitida será obrigatoriamente gratuita.

Fileiras

De acordo com o secretário, o Identidade Jovem beneficiará diretamente mais de 14,8 milhões de estudantes, entre 15 e 29 anos.

Discurso pronto

“O tripé do Governo Federal para a Juventude é emancipação, empoderamento e geração de oportunidades para ampliar os direitos”, explica Bruno Júlio.

Cartada

Maior opositor da legalização, o senador Magno Malta (PR-ES) deu cartada jurídica de mestre. Após vaivém regimental o PLS 186, que oficializa bingos e cassinos, já voltou à fila de votação no plenário mas agora corre risco de ser direcionado à CCJ. Malta lembrou que o projeto aborda a contravenção penal e precisa passar pela comissão.

Chamando plateia

Na Câmara Federal, o deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), também contrário a projeto de legalização que tramita na Casa, quer travar. Propôs comissão geral em plenário para ter um panorama de como as bancadas reagem.

A todo gás

O presidente da Abegás, Augusto Salomon, solta o verbo sobre o paradoxo do preço do gás canalizado nacional mais alto que o importado da Bolívia: “É importante desonerar a cadeia de produção de gás natural no país, principalmente com a renovação do Repetro e a reavaliação da política de conteúdo local.

Gasodutos

Salomon lembra algo fundamental: a regulamentação do acesso às infraestruturas essenciais como gasodutos de escoamento e terminais de regaseificação.

E aí, Senado?

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), propôs corte de 20% de seu salário. Mas quando assumiu ele havia optado por receber salário integral como servidor licenciado do Senado Federal, por direito, abrindo mão dos ganhos do GDF.

Presentão

Presidente do Partido Ecológico da Nação e vereador eleito em Barrinha (SP), Adilson Barroso modificou o estatuto do partido para atrair candidatos a deputado. Pelo novo texto, registrado em cartório de Brasília, os futuros deputados eleitos terão direito a receber um bom naco do fundo partidário para pagar suas campanhas.

No forno

Com o apoio do Planalto, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deflagrou consulta ao departamento jurídico da Casa e advogados particulares para encaminhar a consulta à CCJ a fim de respaldar sua candidatura em 2017.

Mas...

O regimento impede a reeleição de presidente eleito – como seu caso – mesmo eleito para mandato tampão. O apetite de Maia o fez falar asneira e menosprezar o próprio Poder Legislativo que comanda: disse que o STF poderá decidir.

De jaleco...

Médicos cubanos foram despejados de um hotel de Brasília na última semana. Vinte e quatro horas antes de o voo seguir para Cuba, na quinta-feira (10), mais de 200 profissionais estrangeiros foram “convidados a se retirar” do hotel.

...na rua

A turma passou a noite sob marquises de prédios próximos e embarcaram no dia seguinte sem se alimentar – pois já haviam trocado os reais por pesos cubanos.

Ponto Final

“Pela primeira vez, vocês estão acusando uma pessoa que vai lutar até provar a sua inocência”

Do ex-presidente Lula, que deflagrou uma “vaquinha” para peregrinar pelo País e promover a divulgação da campanha “Um Brasil justo pra todos e pra Lula”.

Coluna de Leandro Mazzini

Últimas de Brasil