Catraca livre tem imagem arranhada com tragédia da Chapecoense

Postagens em redes sociais foram mal recebidas por internautas e site amarga perda de seguidores no Facebook

Por O Dia

Rio - A tragédia da Chapecoense mobilizou o mundo e aumentou a audiência de veículos de comunicação, mas acabou se tornando um problema para o site Catraca Livre. A abordagem dada ao assunto não foi bem recebida por muitos internautas, causou revolta e resultou na saída de seguidores da fanpage. A revolta começou na manhã de terça-feira, 29 de novembro, quando o site fez postagens de gosto duvidoso em suas redes sociais. Uma publicação trazia a foto dos jogadores da Chapecoense com a chamada: "10 fotos de pessoas em seu último dia de vida”. Outro post nas redes sociais trazia vídeos com a reação de passageiros durante um acidente de avião.

Diante de reações negativas, incluisive xingamentos, o site tentou se explicar, o que só aumentou a indgnação entre os internautas. Em uma publicação na internet, o Catraca Livre disse: "Entendemos as críticas e as respeitamos. Mas consideramos relevante jornalisticamente mostrar outros aspectos da tragédia como, por exemplo, o medo de voar e os mitos. Em momentos assim, o pânico se espraia: é necessário mostrar que o avião é o meio mais seguro de transporte". Segundo o Catraca, eles queriam "contribuir" para que as pessoas soubessem lidar com o problema.

Mais tarde, o criador da Catraca Livre Gilberto Dimenstein quis chamar para si a responsabilidade pelos erros abusivos. Não bastou para conter a animosidade. O impacto negativo página do Catraca Livre no Facebook foi exibida ao vivo pelo site Quintly na sessão "See Live Statistics".

Últimas de Brasil