'Pequeno Segredo' está fora da disputa e Brasil não terá concorrentes no Oscar

Filme de David Schurmann desbancou 'Aquarius', mas ficou pelo caminho

Por O Dia

EUA - O filme brasileiro "Pequeno Segredo", de David Schurmann, está fora da disputa pelo Oscar de melhor filme estrangeiro. A Academia de Artes e Ciência Cinematográficas publicou na noite desta quinta-feira uma lista preliminar com nove produções e o longa não está entre os selecionados.

Da lista divulgada sairão os cinco indicados que participarão da premiação no dia 26 de fevereiro de 2017. Os indicados serão anunciados no dia 24 de janeiro. Entre os finalistas estão o iraniano "The Salesman" e o alemão "Toni Erdmann", que também foram indicados ao Globo de Ouro.

'Pequeno Segredo' não irá representar o Brasil no OscarDivulgação

"Pequeno Segredo" gira em torno da história da adoção de uma menina soropositiva pela família de velejadores Schurmann. A sua escolha para representar o Brasil, feita por uma comissão instituída pelo governo, foi marcada por controvérsia.

"Aquarius", de Kleber Mendonça Filho, era o favorito à vaga. O filme estreou na competição do Festival de Cannes, em maio, sob um protesto feito pela equipe do filme contra o impeachment de Dilma Rousseff.

O Brasil foi indicado quatro vezes ao Oscar de melhor filme estrangeiro: por "O Pagador de Promessas" (1963); "O Quatrilho" (1996), "O Que É Isso, Companheiro?" (1998) e "Central do Brasil" (1999). Mas nunca levou o prêmio.

Quem ficou na disputa

- The Salesman (Irã)

- É Apenas o Fim do Mundo (Canadá)

- En Man Som Heter Ove (Suécia)

- Ma Vie De Courgette (Suíça)

- Paraíso (Rússia)

- Tanna (Austrália)

- Terra de Minas (Dinamarca)

- The King's Choice (Noruega)

- Toni Erdmann (Alemanha)

Últimas de Brasil