'Sinto raiva e decepção', diz segurança agredida ao tentar defender delegada

Vigilante agredida por empresário em Minas, no final de semana, pretende processar casal. Agressor foi preso em flagrante pela Polícia Militar

Por O Dia

Edvania pretende processar o casal Reprodução Internet

Rio - "Não estou acostumada a apanhar. Se ela, como uma delegada da mulher, gosta de ser espancada por homem,  isso é um problema dela", afirmou a vigilante Edvania Nayara Ferreira Rezende, de 23 anos, agredida com tapas e chutes por Luiz Felipe Neder Silva, de 34 anos, no final da tarde de sábado em Três Corações, no sul de Minas, após a vítima tentar apartar uma briga entre o agressor e a sua mulher, a delegada Ana Paula Gontijo.

O vídeo com o flagrante da covardia viralizou na manhã deste domingo na internet e repercutiu em todo o país. As imagens mostram o momento em que Luiz dá um tapa e um chute no rosto de Edvania que trabalha como segurança de um clube na cidade mineira. Ele está preso, e a vítima passa bem.

Em conversa com o DIA por telefone, Edvania Nayara contou o que aconteceu na noite de sábado. Segundo ela, homem estava discutindo com a esposa e à ocasião chegou a agredi-la. “Eu fui para tentar saber o que estava acontecendo, porque percebi que a mulher estava fazendo força para entrar no carro. Quando cheguei, a mulher dele jogou a chave do carro na minha mão e saiu correndo. Neste momento, ele ficou exaltado, pedindo a chave e me agrediu. É um covarde”, desabafou a vítima.

Momento em que vítima toma um chute no rosto Reprodução Internet

“Quero justiça. Vou seguir com o caso e quero processar os dois, ele e a esposa, que, como delegada, não fez nada, não se comportou como delegada mesmo me vendo apanhar”.

Edvania trabalha como segurança no clube apenas nos fins de semana. De segunda a sexta-feira, ela cuida da lanchonete que tem em sociedade com uma amiga. Ela própria publicou em seu Facebook o vídeo da agressão, que já teve mais de dez mil compartilhamentos. “Peço que as pessoas continuem compartilhando para que outras mulheres não passem por isso e as que passem tenham coragem de denunciar os agressores”, afirmou a vítima.

Após agredir a segurança, Luiz também espancou dois funcionários com socos e pontapés e ameaçou outro morador de Três Corações. O homem foi detido em flagrante pela PM.

A Polícia Civil de Minas Gerais informou que Luiz Felipe foi preso em flagrante por lesão corporal grave e encaminhado ao sistema carcerário da região. Em até 10 dias o delegado Fausto Manzieri concluirá o inquérito.

Reportagem do estagiário Rafael Nascimento

Últimas de Brasil