Por thiago.antunes

Brasília - Na falta de um segundo candidato alguns senadores começaram a articular uma agenda a ser negociada com Eunício Oliveira. O senador cearense é o virtual candidato a ser apresentado pela bancada do PMDB.

Embora o nome não tenha sido sequer discutido oficialmente entre os peemedebistas, a questão é favas cantadas, inclusive com a distribuição de cargos da Mesa Diretora para os partidos.

O que move agora a articulação são temas pontuais da própria Casa como austeridade, moralidade e menos centralismo, uma característica das três gestões do senador Renan Calheiros (PMDB-AL).

Barganha

Como a eleição à presidência do Senado aponta para uma indicação, a única surpresa que pode acontecer são os votos em branco. Esta seria a moeda de troca para que Eunício assuma compromissos.

Meio do caminho

A movimentação no Senado anda tão fria neste momento, que nem mesmo o senador José Medeiros (PSD-MT) obteve retorno de colegas à proposta de se candidatar como oposição.

Na jogada

Eunício está em silêncio a pedido de Renan Calheiros, mas a articulação que tem promovido deve contemplar o PT na Primeira Secretaria. O acordo evitaria aborrecimentos.

Na onda

A bancada do PP deve bater o martelo em apoio à reeleição do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência da Câmara. A oficialização deve acontecer no dia 1º de fevereiro, quando haverá uma reunião dos parlamentares. A questão que permanece é o cargo que o partido vai ocupar. Já o líder Aguinaldo Ribeiro (PB) é cotado para assumir a Liderança do Governo.

Continente

Começou a construção da Estação Antártica Comandante Ferraz. Se tudo correr conforme o cronograma, a base estará concluída no primeiro semestre do próximo ano.

Aniversário

Dois meses após a bandalheira dos sem terra e sem teto, as portas da entrada privativa do MEC continuam com vidros quebrados. A entrada pública está blindada com chapas de aço e segurança.

Consultas

O portal do Ministério da Educação “bombou” ontem com o Enem. Entre meio dia e 17 horas registrou 2 milhões de acessos.

Rebelde

Governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, fala abertamente que tem simpatias pela candidatura de Ciro Gomes (PDT) à Presidência da República. O seu partido, o PSB, tem outros planos.

Propaganda

Em Brasília, Coutinho cantou vantagem no Palácio do Planalto com os números sobre a criminalidade. Disse que o número de homicídios caiu 12% no ano passado.

Cartão de visitas

Em recente encontro com embaixadores na sede da Delegação da União Europeia, em Brasília, o secretário de cooperação internacional da Procuradoria-Geral da República, procurador Vladimir Aras, enalteceu as ações da Operação Lava Jato.

Ação partilhada

Aos interlocutores estrangeiros Vladimir afirmou que a investigação é um exemplo de sucesso da coordenação de instrumentos legais e de agências nacionais e internacionais. O procurador também citou os “avanços jurisprudenciais”, como as decisões do Supremo Tribunal Federal, que permitiram a prisão de réus após condenação em segundo grau.

Troca

O novo secretário de Esporte e Lazer do Rio é Thiago Pampolha (PDT). O deputado estadual substitui o filho de Sérgio Cabral, Marco Antonio (PMDB), que reassumiu vaga na Câmara dos Deputados.

Ponto Final

Do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ): “Para Boulos e vermelhos, invadir escolas, pichar, destruir a Fiesp, pilhar fazendas, quebrar tudo, isso é democrático. Impedir é fascismo”.

Coluna de Leandro Mazzini

Você pode gostar