Velório de Teori será na sede do TRF de Porto Alegre, diz filho do ministro

Ele conversou com o pai na última quarta-feira, quando Teori teria dito que se preparava para homologar as delações de executivos da Odebrecht

Por O Dia

Teori foi indicado por Dilma Rousseff para o STF em 2012Nelson Jr./ Divulgação / STF

Rio - O advogado Francisco Prehn Zavascki, filho do ministro Teori Zavascki, morto nesta quinta-feira, em um acidente aéreo em Paraty, no litoral sul do Rio, afirmou à Rádio Gaúcha que o velório do corpo do pai vai ser realizado na sede do Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, em Porto Alegre,  no Rio Grande do Sul, onde o ministro atuou como desembargador.

"A data e horário dependem da liberação do corpo, mas será no Tribunal Regional Federal, que é na verdade o prédio que ele inaugurou, construiu a carreira e tenho certeza que se tivesse que escolher é onde ele se sentiria em casa", disse o filho de Teori.

Francisco contou que conversou com o pai na última quarta-feira, quando Teori teria dito que se preparava para homologar as delações dos executivos e ex-executivos da Odebrecht no âmbito da Operação Lava Jato.

"Ele me relatou que a ideia era ter o no início de fevereiro tudo homologado praticamente para poder continuar o trabalho", afirmou Francisco. "Ele tinha uma preocupação muito grande com o trabalho, colocou que estava preocupado com 2017 e que este ano ia ser pior que 2016", contou o advogado.

Últimas de Brasil