Destroços de avião que levava Teori Zavascki são entregues à Aeronáutica

Ministro do STF morreu durante acidente em Paraty na última quinta-feira

Por O Dia

Rio - A retirada dos destroços do avião prefixo PR-SOM das águas de Paraty (RJ), revelam o forte impacto sofrido na queda, na última quinta-feira. O acidente matou cinco pessoas, entre elas o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki. A aeronave foi retirada da água no último domingo, e os detroços foram entregues à Aeronáutica para que seja feita a investigação sobre o acidente.

Destroços de avião que levava o ministro Teori Zavascki foram levados para a AeronáuticaAgência Brasil

Fotos inéditas, obtidas com exclusividade pela TV Brasil, mostram como estava o avião, em detalhes, após o resgate dos destroços. A aeronave caiu no mar durante uma tentativa de pouso no aeroporto de Paraty, quando chovia muito na região.

Partes de avião foram entregues à Aeronáutica nesta terça-feiraAgência Brasil

Piloto do avião de Teori avisou que ia esperar a chuva passar para pousar

?O gravador de voz do avião que caiu em Paraty, na Costa Verde Fluminense, na última quinta-feira com o ministro do STF, registrou o último comentário do piloto. De acordo com informações da TV Globo, os técnicos ouviram o comandante falar sobre o tempo e avisar que iria esperar a chuva acabar para pousar. Logo depois, a gravação foi interrompida.

O gravador de voz do avião está em Brasília desde sábado para que os peritos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) da Aeronáutica iniciem os trabalhos. O equipamento não foi danificado pela água do mar, ao contrário do que se afirmou inicialmente. Os últimos 30 minutos do voo foram salvos pelos técnicos da FAB.

Últimas de Brasil