Por caio.belandi
Paraná - Uma fuga criativa, mas que não deu certo. Foi pelo forro da mansão onde mora que Gilberto Dranka, ex-prefeito de Piên (PR), na Região Metropolitana de Curitiba, tentou fugir de policiais civis na manhã desta terça-feira. Acusado de envolvimento na morte do prefeito eleito Loir Dreveck (PMDB), o ex-prefeito tentou escapar, mas acabou preso pela Polícia Civil, que divulgou o vídeo do momento da detenção do suspeito.
Em dezembro de 2016, Loir Dreveck foi baleado na cabeça por um homem de moto na rodovia PR-420, quando ia com a família para Santa Catarina. Ele ficou internado por três dias em dois hospitais, mas não resistiu aos ferimentos.
Publicidade
A operação cumpre 14 mandados, dos quais três de prisão temporária, três de condução coercitiva e oito de busca e apreensão, nas cidades de Piên, no Paraná, e em Jundiaí (SP) e Balneário Camboriú (SC).