Por rafael.nascimento

Brasília - O líder do PSD no Senado, Omar Aziz (AM), tornou-se alvo de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) por corrupção passiva, a partir de "elementos de prova" encontrados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) na análise de um suposto esquema de desvio de mais de R$ 110 milhões do sistema público de saúde no Amazonas.

Senador Omar Aziz (AM)Agência Senado

A apuração teve origem na Operação Maus Caminhos, da Polícia Federal. Omar disse desconhecer o conteúdo da investigação, mas afirmou estar tranquilo.

Você pode gostar