Edison Lobão é confirmado como presidente da CCJ do Senado

Comissão será responsável por sabatina de Alexandre de Moraes, além de outras pautas sobre foro privilegiado e abuso de autoridade

Por O Dia

Brasília - A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) foi instalada nesta quinta-feira, com a confirmação do senador Edison Lobão (PMDB-MA) para a presidência do colegiado. Antonio Anastasia (PSDB-MG) será o vice-presidente. Como não havia outra chapa na disputa, a eleição ocorreu por aclamação, com registro de voto contrário do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

A sessão de instalação da CCJ foi rápida e durou menos de 15 minutos. Em seu primeiro discurso como presidente, Lobão afirmou que volta à comissão, da qual já foi membro, em um momento de "turbulência política", mas acompanhado de Anastasia, que afirmou ser um dos senadores de "melhor valor" da Casa.

"Haveremos de ter uma gestão democratizada, ou seja, não teremos preferências especiais por nenhum senador para as relatorias importantes que por aqui passarem", declarou Lobão, lembrando a relevância da comissão.

Edison Lobão (PMDB-MA) será o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do SenadoJosé Cruz / Agencia Brasil

Além de ser responsável pela sabatina do indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, a CCJ tem como pauta questões sobre foro privilegiado e abuso de autoridades.

Últimas de Brasil