Avião que levava Aécio Neves faz pouso forçado em São Paulo

Incidente aconteceu no começo da madrugada desta quinta-feira. Problema em trem de pouso fez aeronave passar dos limites da pista de Cumbica. Ninguém se feriu

Por O Dia

São Paulo - Um jatinho que transportava o senador Aécio Neves (PSDB-MG) fez um pouso de emergência no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na noite desta quinta-feira. A aeronave solicitou prioridade e teve o pedido atendido, tendo pousado com sucesso, segundo informou a GRU Airport, empresa que administra o aeroporto. Nenhum dos passageiros e dos membros da tripulação ficou ferido.

O aparato de emergência da pista do aeroporto chegou a ser acionado às 22 horas, com homens dos bombeiros e equipe médica de urgência, mas não houve necessidade de uso, segundo acrescentou a GRU.

Aeronave que transportava senador%2C durante a madrugada%2C sai da pista de Cumbica durante pousoReprodução Internet

A presença do senador, que é presidente nacional do PSDB, no jatinho da empresa Líder Aviação, que presta serviços de táxi aéreo, foi divulgada pela TV Globo, que informou ainda que o político estava acompanhado de uma pessoa e de dois pilotos da aeronave no momento do incidente.

Segundo o "Jornal da Globo", o problema ocorreu no momento da decolagem do voo que partiu de Brasília e seguiu para São Paulo. Funcionários do aeroporto no Distrito Federal encontraram uma borracha na pista após a partida da aeronave, e atribuíram o material à parte do pneu do trem de pouso.

O piloto, então, teria sido alertado e preparado para realizar a operação de emergência, tendo solicitado pouso em Guarulhos, que, com uma pista mais larga, diminuiria o risco de acidentes. No pouso, a aeronave chegou a sair da pista. A reportagem não conseguiu contato com a Líder na madrugada de ontem para informações da ocorrência.

Últimas de Brasil