Pistola dispara acidentalmente após batida de trânsito e PM acaba baleado

Policial colidiu a moto contra as grades de proteção e arma que carregava disparou na coxa do militar. Caso aconteceu em Jundiaí (SP)

Por O Dia

São Paulo - Um soldado do 4° Batalhão de Choque da Polícia Militar da Capital pilotava sua moto pela avenida Nove de Julho, em Jundiaí, quando se envolveu em acidente de trânsito e acabou baleado pela própria arma. Era uma pistola .40, produzida pela empresa Taurus. Com esse já são 100 casos de policiais feridos por esse tipo de arma e sete mortos no Brasil. O soldado, de 45 anos, foi desviar de um Fox que estava à sua frente na noite de sexta-feira e bateu a moto contra as grades de proteção do Córrego do Mato, na avenida Nove de Julho.

Ele caiu e a arma que carregava disparou, atingindo-o na região da coxa. O PM passou por atendimento no Hospital São Vicente de Paulo e ficou internado. O delegado do Plantão da Polícia Civil, Ruiter Martins da Silva, determinou a apreensão da pistola e o encaminhamento da arma para perícia na Polícia Científica.

Últimas de Brasil