Mais Lidas

Esplanada: Rede quer Joaquim Barbosa como candidato à Presidência

O plano da legenda é lançar chapa “puro-sangue” com a ex-ministra e ex-petista Marina Silva de vice

Por thiago.antunes

Brasília -  Interlocutores da Rede vão intensificar nos próximos dias a ofensiva para ter o ex- ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa como candidato à Presidência em 2018.

O plano da legenda é lançar chapa “puro-sangue” com a ex-ministra e ex-petista Marina Silva de vice. Joaquim Barbosa, no entanto, segundo amigos mantém-se recluso e dirá aos “redistas” que permanece “sem interesse sobre isso”. Por ora.

Rota internacional

Barbosa advoga em Brasília e no Rio, onde tem residências. E vez em quando dá uns pulos em Miami, onde comprou flat há três anos, revelou a Coluna em junho de 2013.

Quem ganha esta?

Foi lançada a versão brasileira da norma ISO 37001 - Sistemas de gestão antissuborno. Isso mesmo. É o selo ABNT NBR ISO 37001:2017.

Pipoca na sala

Amanhã, às 16h, haverá acareação por videoconferência entre Marcelo Odebrecht e Cláudio Melo – que já entregou uns 50 deputados. Mas já estão bem afinados.

Lista 2.0

Nos corredores do Planalto, Senado e Câmara o clima é o mesmo: de expectativa e apreensão com a iminente divulgação da segunda e temida lista do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de políticos envolvidos no “Propinobrecht”.

Camburão na pista

Janot vai recomendar a quebra de sigilo do processo para mostrar que há “evidências contundentes de envolvimento dos acusados no esquema de desvio de recursos”. O procurador-geral também deverá solicitar ao Supremo Tribunal Federal o cumprimento de mandados de busca e apreensão, além de quebras de sigilos telefônico e bancário.

Mudinho

Enquanto auxiliares concluem os pedidos de investigações contra políticos, o PGR mantém a rotina. Na segunda, no Seminário de Cooperação Franco-Brasileira sobre Combate ao Tráfico de Entorpecentes, apesar da pressão evitou falar sobre Lava Jato.

PEC da loucura

A senadora Rose de Freitas (PMDB-ES) cobra celeridade na sua PEC que cria a Polícia Militar da União, e une todas as Civis à PF. Ninguém acredita que saia do papel.

Batalha dos credos

Representantes do candomblé e umbanda vão hoje ao STF reforçar a luta pela liberdade de seus cultos. Uma ação de um grupo do Rio Grande do Sul ameaça o credo.

Franco-atirador

A França mantém o procurador Jean-Phillipe Rivaud permanentemente no Brasil. Ele exerce, entre outras, as funções de auxiliar os contatos com o Ministério Público e demais autoridades judiciais para agilizar a cooperação entre os dois países.

Poeta do Cárcere

José Dirceu enviou carta manuscrita ao grupo virtual batizado de Unidos Contra o Golpe (UCG) na qual pregou: “Ser uma força de oposição real e de pressão real entre nós, dentro de nós, ‘guerra aos castelos, paz nas choupanas”’.

Barril de pólvora

O presidente Michel Temer pretende fazer pronunciamento logo após a divulgação da lista de ministros e políticos envolvidos no esquema de pagamento da Odebrecht. Resta saber se cumprirá promessa de afastar “provisoriamente” os chefes de pastas.

#MatançaEmRede

O deputado Roberto Lucena (PV-SP) enviou requerimento ao ministro da Justiça, Osmar Serraglio, cobrando explicações sobre o uso e funcionamento de bloqueadores de celulares nos presídios do País. Quer saber se as empresas terceirizadas foram punidas diante da matança nos presídios do Norte e Nordeste com revelação de uso de celulares.

Ponto Final

“Há um debate que deve ser enfrentado em nossa sociedade: o da verdade contra a mentira”

Do presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), citado sete vezes nas delações da Odebrecht.

Coluna de Leandro Mazzini

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia