ANS suspende venda de 35 planos de saúde de sete operadoras diferentes

Atuais clientes não serão afetados. Medida começa a valer na próxima sexta-feira, 17 de março

Por O Dia

Rio - A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinou, nesta sexta-feira, a suspensão da venda de 35 planos de saúde de sete operadoras diferentes a partir da próxima sexta, 17 de março. A medida é motivada pela milhares de reclamações recebidas no último trimestre de 2016, relativas à cobertura assistencial desses planos, principalmente negativas e demora no atendimento. A validade é de três meses, quando os planos serão novamente avaliados. Os atuais clientes não são afetados.

Confira os planos que deixarão de ser vendidos nos próximos três meses

Trimestralmente, a ANS realiza o Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, onde analisa o serviço prestado pelas operadoras planos de saúde e suspende ou retorna a comercialização dos planos, medida que ajuda a preservar os serviços dos atuais clientes, segundo a diretora de Normas e Habilitação dos Produtos da agência, Karla Santa Cruz Coelho. “A medida tem se mostrado eficaz especialmente quando evitamos, por meio da suspensão, o ingresso de novos consumidores em planos que não estão atendendo seus clientes de forma satisfatória", afirma.

Últimas de Brasil