STF autoriza nova etapa da Operação Lava Jato

Agentes da PF foram às ruas na manhã desta terça-feira cumprir mandados de busca e apreensão. O alvo são pessoas ligadas à senadores.

Por O Dia

Brasília - O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou nova etapa da Operação Lava Jato. A Polícia Federal (PF) cumpre na manhã desta terça-feira mandados de buscas e apreensões. Alguns alvos estão em Pernambuco e dois mandados são cumpridos na Bahia. O material apreendido deve ser levado para análise em Brasília.

Os alvos desta etapa não são políticos, mas pessoas ligadas aos senadores Renan Calheiros (PMDB-AL), Humberto Costa (PT-PE), Eunício Oliveira (PMDB-CE) e Valdir Raupp (PMDB-RO).

O Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, enviou na última terça-feira os pedidos de abertura de inquéritos e quebra de sigilo. Fellipe Sampaio/ SCO/ STF (15/10/2014)

Em Pernambuco, um dos alvos é Mário Barbosa Beltrão, empresário ligado ao senador Humberto Costa. O material apreendido deve ser levado para análise em Brasília.

Esta fase não tem relação com a delação de executivos da empreiteira Odebrecht, ainda sob análise do ministro Edson Fachin, relator do caso no Supremo.

Em agosto de 2016, a 33ª fase da Lava Jato - autorizada pelo juiz federal Sérgio Moro - investigou alvos de crimes de organização criminosa, cartel, fraudes licitatórias, corrupção e lavagem de dinheiro em Pernambuco. Na ocasião, o alvo foi a construtora Queiroz Galvão e os executivos ligados à construtora Ildefonso Colares e Othon Zanoide foram presos. 


Últimas de Brasil