Quadrilha faz dez reféns e explode 5 caixas eletrônicos

Bando ataca a tiros posto da Brigada Militar ao lado da agência no RS

Por O Dia

Porto Alegre - Dez pessoas foram feitas reféns por uma quadrilha que explodiu vários caixas eletrônicos de uma agência do Banco do Brasil na cidade de Pouso Novo, no Vale do Taquari na madrugada de ontem. O grupo não se intimidou e ainda atacou a tiros um posto da Brigada Militar, que fica localizada ao lado do BB.

De acordo com testemunhas, a sequência de crimes começou pouco antes de 1h da manhã. A Polícia Civil, que iniciou as investigações, informou que pelo menos cinco homens teriam participado do ataque. Conforme relato dos investigadores, os bandidos invadiram a agência após quebrarem os vidros da porta. Cinco caixas eletrônicos foram explodidos. A polícia não revelou quanto foi levado.

Os criminosos chegaram em um EcoSport prateado e renderam as dez pessoas. Todos estavam em um posto de combustível. O carro de uma das vítimas foi usado. Eles tentaram atacar a agência do Sicredi, mas ao quebrarem os vidros da sala de autoatendimento foi acionado um sistema de gás impedindo os bandidos de entrar. Os assaltantes saíram e usaram os dez reféns como escudo.

Foi quando atiraram contra o posto da Brigada Militar. Ninguém se feriu. Na fuga, levaram três reféns. Dois foram libertados na saída da cidade, na BR-386, e o terceiro a 30 quilômetros de Pouso Novo. A polícia não tem pistas dos bandidos.

Últimas de Brasil