MP denuncia e Victor Chaves vira réu por suposta agressão à mulher

A Polícia Civil decidiu pelo indiciamento do cantor por ‘vias de fato’, após laudo pericial das imagens das câmeras de segurança do prédio onde o casal mora

Por O Dia

Brasília - Victor Chaves virou réu na Justiça de Minas Gerais por conta da suposta agressão à mulher, Poliana Bragatini. Uma vara especializada em violência doméstica, em Belo Horizonte, aceitou na sexta-feira a denúncia que o Ministério Público decidiu oferecer contra o cantor sertanejo, da dupla Victor e Léo.

O caso corre em segredo de Justiça. A Polícia Civil decidiu pelo indiciamento do cantor por ‘vias de fato’, após laudo pericial das imagens das câmeras de segurança do prédio onde o casal mora, na capital mineira. A pena prevista para esse tipo de contravenção é prisão simples, de quinze dias a três meses, ou pagamento de multa.

O advogado de Victor, Felipe Martins Pinto, diz que o cantor chegou a empurrar e puxar a esposa, que está grávida do segundo filho do casal, mas não a agrediu. A intenção, segundo a defesa, foi evitar que Poliana deixasse o prédio com a filha de um ano, já que estaria descontroalda. O exame de corpo de delito comprovou que Poliana não sofreu nenhuma lesão. 

Últimas de Brasil