Mulher morre eletrocutada ao usar chapinha com fio desencapado

A técnica em enfermagem Maria Kamylla Santana da Silva não percebeu um fio desencapado ao usar o aparelho

Por O Dia

A técnica em enfermagem não percebeu o fio descascado do aparelhoReprodução Internet

Olinda - A técnica em enfermagem Maria Kamylla Santana da Silva morreu após receber uma descarga elétrica de uma chapinha defeituosa. O acidente aconteceu na última quinta-feira, em Olinda, Pernambuco, onde a vítima morava. Ela estava se arrumando para uma comemoração em família e não percebeu que um dos fios do aparelho estava exposto - ao tocar nele, ela levou um forte choque. 

Ela foi encontrada ainda com vida pela mãe, Clarinda Santana, que também sentiu um choque ao encostar na chapinha. Apesar do socorro, Kamylla já chegou morta ao hospital. Após perícia no Instituto Médico Legal, o corpo foi liberado. O velório e o enterro acontecem na tarde desta sexta-feira, em Santo Amaro, na cidade de Recife. Ela cursava a graduação em Enfermagem e deixou marido e dois filhos, de 10 e 14 anos. 

Últimas de Brasil