Morador de rua é agredido por guardas municipais em SP

Vídeo da ação violenta viralizou nas redes sociais nesta quarta-feira. Samir Ahamad teve o punho quebrado e os pertences levados para um depósito. Agente foi afastado

Por O Dia

São Paulo - Um vídeo gravado e compartilhado pelo estudante de jornalismo Marcos Hermanson ganhou destaque nas redes sociais nesta quarta-feira após mostrar uma ação violenta da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo contra um homem em situação de rua.

Samir Ahamad foi abordado por dois agentes da GCM próximo ao metrô da Conceição, na Zona Sul da cidade, em uma ação da Prefeitura que está recolhendo objetos deixados por moradores de rua. "Não leva meus bagulho não (sic), por favor, eu não tenho nada", gritou a vítima antes de ser agredida e jogada ao chão por pelo menos duas vezes. 

O morador de rua foi detido e encaminhado para o 35º DP. Após ver que Samir se queixava de fortes, o delegado da unidade decidiu não ouvir o depoimento de Samir e o encaminhá-lo para um hospital da região. Em entrevista ao telejornal SPTV, o homem contou que teve o punho quebrado e ficará 120 dias com gesso. A vítima também revelou que começaria nesta quinta-feira em um emprego de servente de pedreiro.

A Corregedoria Geral da Guarda Civil Metropolitana afirmou em nota que vai apurar a conduta dos agentes e que um deles será afastado. "Preliminar e temporariamente, o guarda envolvido diretamente na ocorrência será afastado das atividades operacionais".

Últimas de Brasil