Assalto a carro-forte deixa dois feridos na serra gaúcha

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, bandidos renderam os funcionários usando uma metralhadora. Explosivos foram usados para acessar o interior do veículo

Por O Dia

Rio Grande do Sul - Um grupo armado assaltou um carro-forte da empresa Prosegur que circulava pela BR-116, próximo a Caxias do Sul, na serra gaúcha, no início da noite desta segunda-feira. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os criminosos usaram ao menos três veículos para fechar a passagem do carro-forte na rodovia. Eles teriam rendido os funcionários usando uma metralhadora calibre 0.50, capaz de derrubar um helicóptero, suspeita a polícia.

Ao menos duas pessoas que passavam pela rodovia em outros carros foram baleadas. Um homem foi atingido na perna e outro de raspão, na virilha, ambos sem risco de morte. Os seguranças deixaram o veículo blindado, se esconderam em um matagal às margens da estrada e não se feriram.

Em seguida, os bandidos usaram explosivos para acessar o interior do carro-forte e conseguiram levar parte da quantia transportada, que não foi informada pela empresa. Muitas notas de dinheiro foram queimadas, além do veículo Renault Duster usada pelos assaltantes na abordagem. O grupo ainda deixou no local seis quilos de dinamite, desativados mais tarde pelo Grupo de Ações Táticas Especiais da Brigada Militar (Gate).

A quadrilha fugiu em outros dois carros e não havia sido localizada até o início da manhã desta terça-feira. Viaturas da PRF e da Brigada Militar (BM) fazem buscas na região. A BR-116 só teve o trânsito liberado no início da madrugada, após os trabalhos de perícia para investigação.

O último ataque semelhante a carro-forte no Rio Grande do Sul havia ocorrido no início de março, em Vacaria, também na região serrana. Os bandidos também usaram uma caminhonete e arma de calibre 0.50, conforme a polícia.

Últimas de Brasil