Eleição para governador do Amazonas acontecerá em agosto

Pleito ocorre após cassação da chapa vencedora de 2014, composta por José Melo (Pros) e o vice, Henrique Oliveira (SD)

Por O Dia

Amazonas - O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) decidiu, nesta quarta-feira, a data da eleição suplementar para governador do Amazonas: 6 de agosto. Caso haja segundo turno, o mesmo ocorrerá em em 28 de agosto. 

O calendário, que deverá ser divulgado nesta sexta-feira, foi aprovado em uma reunião entre representantes do TRE e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O orçamento da eleição ficou definido em R$ 18,5 milhões, considerando os dois turnos.

“O orçamento foi aprovado pelo TSE. Só pediram para mandarmos um cronograma de recebimento dos valores e qual quantitativo seria imediato. Fizemos um mapeamento das necessidades de participação das forças militares com apoio logístico e de pessoal custeado pelo TSE. Foi excelente a reunião. Vão nos dar apoio irrestrito, inclusive, com efetivo técnico para nos auxiliar no fim de semana que antecede tanto o primeiro como o segundo turno”, disse o diretor-geral do TRE-AM, Messias Andrade.

José Melo%2C do Pros%2C foi cassado por compra de votosDivulgação

Há uma semana, o TSE cassou, por 5 votos a 2, os mandatos do governador do Amazonas, José Melo (Pros), e do vice, Henrique Oliveira, (Solidariedade) por compra de votos nas eleições de 2014. A Justiça determinou o afastamento dos dois políticos do cargo e a posse imediata do presidente da Assembleia Legislativa do Estado, David Almeida (PSD), para um mandato interino até a realização de novas eleições diretas.

Últimas de Brasil