Criminosos sequestram agência dos Correios, em São Paulo

Funcionários foram feitos reféns por pelo menos quatro horas. Após negociação, bandido se entregou. Segundo a PM, um dos sequestradores fugiu após a chegada da Polícia

Por O Dia

São Paulo - Um homem fez seis funcionários reféns em uma agência dos Correio, na Zona leste de São paulo, na manhã desta segunda-feira. Os reféns ficaram na mira do bandido por quatro horas, antes de serem libertados às 12h30. 

De acordo com a PM, uma testemunha viu quando os homens renderam a tesoureira da agência dos Correios, na casa dela, e telefonou para a polícia. Ela teria sido levada até a agência pelos bandidos.

Criminosos sequestraram agência dos Correios na manhã desta segunda-feiraReprodução/Globonews

O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) comandou a negociação com o criminoso, que aos poucos foi liberando os reféns, que saiam lentamente com as mãos para o alto. Após ser convencido a se render, o criminosos saiu abraçado com uma refém, usando a mulher de escudo humano, porém, sem apontar qualquer tipo de arma para a vítima. Pouco tempo depois, o bandido a soltou e se rendeu.

Após o fim do sequestro, a PM invadiu o prédio para verificar a área. Segundo nota da Polícia, dois homens renderam a tesoureira da agência em sua casa, e a levaram para o local. Com a chegada da polícia, um dos bandidos fugiu. um atirador de elite, assim como um dos advogados dos bandidos, acompanhavam de perto as negociações. Informes da PM contam que os criminosos conheciam a rotina do local, dando conta de que o assalto seguia um plano.

Os Correios emitiram uma nota dizendo que o caso está sendo acompanhado pelos órgãos de segurança pública. 

Com informações da Agência Estado

Últimas de Brasil