Para coordenadora do IBGE, ainda é cedo para dizer que recessão acabou

Rebeca Palis adotou tom de cautela com números do primeiro trimestre de 2017, ao contrário de Temer, que disse que período negativo foi encerrado

Por O Dia

Rio - A coordenadora de Contas Nacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Rebeca Palis, adoto um tom de cautela com a recuperação da economia, após a divulgação do resultado do PIB, nesta quinta-feira. Segundo Palis, é preciso "esperar para ver o que vai acontecer neste ano ainda" antes de afirmar que a recessão ficou para trás. Mais cedo, pelo Twitter, o presidente Michel Temer comemorou o índice e afirmou que "acabou a recessão".

"Tivemos um crescimento no primeiro trimestre, até expressivo, só que contra uma base reduzida. Tivemos oito trimestres seguidos de queda. Então vamos ver o que virá aí para a frente", afirmou.

Rebeca Palis%2C coordenadora do IBGE%2C adotou cautela ao falar dos números do PIB no primeiro trimestre de 2017Divulgação/IBGE

Questionada sobre os efeitos da crise política nas contas do segundo trimestre e também sobre os indicadores antecedentes mais fracos, Rebeca respondeu que "tudo influencia". Ela destacou ainda os efeitos da agropecuária na economia brasileira, que devem continuar contribuindo no período de abril a junho, principalmente, as culturas de soja e o milho.

Últimas de Brasil