'Greve geral': manifestantes realizam protestos em diversas cidades do Brasil

Reformas trabalhista e da previdência são os principais alvos de protesto

Por O Dia

Rio - A manhã desta sexta-feria foi marcada por diversas manifestaçãoes da "greve geral" pelo Brasil em protesto contra as reformas trabalhistas e da Previdência. Rodovias e avenidas foram bloqueadas em diversos pontos do país. Funcionários da educação, segurança e saúde também aderiram a paralisação nas principais capitais. 

Em São Paulo, manifestantes bloquearam o trânsito perto de Congonhas, na zona sul da cidade. Eles estão no saguão do aeroporto. Em Guarulhos, um grupo está na Rodovia Hélio Smidt, mas bloqueia apenas uma faixa. O trânsito é lento no acesso ao Aeroporto de Cumbica. Apesar dos protestos, os voos não são afetados, conforme a Infraero. 

Manifestantes fecharam acesso ao Aeroporto Internacional de Guarulhos%2C em São PauloReprodução Twitter

Brasília

Metrô e parte dos ônibus não funcionam em Brasília, onde começa manifestação contra o governo na Esplanada dos Ministérios. Cerca de 2.600 homens da Polícia Militar e 400 da Guarda Nacional estão no local. O policiamento também foi reforçado na Praça dos três Poderes. 

A greve convocada pelas centrais sindicais contra o governo mudou também a rotina e o funcionamento da região da rodoviária, no ponto central da cidade. Sem metrô e ônibus, os brasilienses estão pagando um preço alto para chegar nesta manhã à região central de Brasília.

A greve marcada pelas centrais sindicais contra o governo conta com a adesão de metroviários, rodoviários, bancários e professores. Os donos de vans piratas tentam lucrar.

Porto Alegre

Em Porto Alegre, o transporte público voltou a operar normalmente, segundo a Empresa Pública de Transportes e Circulação (EPTC). Houve paralisação apenas no início do dia dos trens da Trensurb e parte dos ônibus, devido ao bloqueio de garagens por protesto. A Brigada Militar usou bombas de gás lacrimogêneo para liberar a saída dos coletivos. 

Recife

A BR 428, em Petrolina, interior do Recife, está interditada no quilômetro 180. A BR 408, em Paudalho, bloqueada nos dois sentidos, próximo a Guadalajara. Em Prazeres, na BR 101, o bloqueio está localizado no quilômetro 80, sentido Cabo de Santo Agostinho e em Goiana.

Bancos, escolas e parte do comércio estão fechados. O sistema de transporte público (ônibus e metrô) está funcionando, mas com a frota reduzida. Na capital pernambucana, o protesto geral tem concentração marcada para as 15h na Praça do Derby, com ato seguido de caminhada. 

Belo Horizonte

A greve geral também foi aderida pelos metroviários de Belo horizonte, que informaram que o metrô irá permanecer fechada até 11h59 desta sexta, apesar da Justiça ter determinado pelo menos 80% dos trens funcionando. 

Salvador

Na capital baiana, rodoviários pararam em fila colocando os ônibus em fila na Avenida ACM, um dos principais pontos da cidade. os passageiros desceram dos veículos e seguiram a pé. Membros da Central Única dos Trabalhadores, Central Geral dos Trabalhadores, sindicatos dos servidores da AFBA. 

Com informações da Agência Estado

Últimas de Brasil