Esplanada: Maia apresentou emenda à MP para beneficiar a OAS, aponta PF

Medida Provisória 652 criava o programa de desenvolvimento da aviação regional

Por O Dia

Brasília - Algumas das páginas do calhamaço da delação premiada do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB) trarão à tona pormenores até agora desconhecidos sobre a tramitação da Medida Provisória 652, que criava o programa de desenvolvimento da aviação regional.

Além do próprio Cunha, o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), apresentou emenda à MP para beneficiar a construtora OAS, conforme apontou investigação da Polícia Federal. 

Pepino

Concluído há 5 meses, o inquérito da PF sublinhou que a Emenda Maia teria rendido robusta propina de R$ 1 milhão. O democrata nega e evita falar sobre o assunto.

Cenários

Empoderado de todos os lados, Rodrigo Maia articula para fazer seu pai, o vereador Cesar Maia, governador do Rio na eleição de 2018. Ou ele próprio, e o pai senador.

Broncas

Rodrigo Maia tem duas broncas com a Justiça. Uma no TSE, sobre problemas na prestação de contas do DEM em 2010 (nº 91997.2011.600.0000 - TSE), e outra no STF, no âmbito das investigações do Propinobrecht (Inquérito nº 4437/2017 – STF). 

Cartão de visita

A JBS mudou sua sede para Amsterdã, na Holanda. A sede da holding J&F está em Londres. Ela se apresenta como uma grande ‘empresa brasileira'. Em meio ao descrédito internacional, o grupo negocia a venda de outras unidades mundo afora depois de ter repassado o controle da JBS Food Canadá à MCF Holdings por US$ 40 milhões.

Dá desconto aí!

Joesley e Wesley Batista estão telefonando para os presidentes dos grandes bancos a quem devem quase R$ 5 bilhões a curto prazo. Pedem para arrolar a dívida em mais prestações, para levantarem dinheiro. Bradesco, Caixa, Itaú, Santander são os credores.

Expirou

O Governo de Minas Gerais programou o pagamento da segunda parcela dos salários dos servidores para ontem, dia 20. Até à noite o dinheiro não caíra na conta da turma.

Tour

Ainda não está disponível no sistema de transparência da Câmara a discriminação dos gastos de Maia e da comitiva de deputados que fizeram um tour pela Argentina.

Seitas

Para evitar protestos e eventuais constrangimentos, o senador Cristovam Buarque (PPS-DF) decidiu cancelar o lançamento de seu livro “Mediterrâneos invisíveis”, na Universidade Federal de Minas Gerais em BH. Taxado por opositores de “golpista” após ter apoiado o impeachment de Dilma e a Reforma Trabalhista, o parlamentar se diz “preocupado com o futuro do Brasil dividido em seitas”.

À Maduro

Cristovam Buarque ironiza: “Eu olho para eles (que me chamam de ‘golpista’) e só vejo a cara do Maduro” e desabafa: “Sinto pessimismo diante do que nos espera no Brasil; se esses são os cientistas e professores universitários que nós vamos ter no futuro”.

Capacitação

Uma mostra de que o mercado de emprego não está tão ruim. A Universidade corporativa das Lojas Americanas realizou 278 mil horas de treinamento em 2016 - média de 13,1 horas de treinamento para cada um dos 21.166 associados.

Profissão de risco

Levantamento do International News Safety Institute registrou 35 mortes de jornalistas durante o exercício da profissão em todo o mundo nos primeiros 6 meses de 2017.

Brasil

Neste ano, o INSI não registrou mortes de profissionais de mídia durante o exercício da profissão por aqui. Em 2016, o relatório listou a morte de três profissionais de imprensa no país – João Valdecir de Borba, João Miranda do Carmo e Maurício Campos Rosa.

Ponto Final?

"O grave retrocesso que o Brasil está vivendo desconstrói sua economia, desagrega sua sociedade e provoca profunda erosão em seu sistema político.”

Do saudoso Marco Aurélio Garcia, ex-assessor especial da Presidência para Assuntos Internacionais.

Coluna de Leandro Mazzini

Últimas de Brasil