Wladimir Costa troca mensagens quentes com mulher durante sessão na Câmara

Parlamentar deixou a vergonha de lado em conversa via Whatsapp, no plenário, com uma eleitora paraense

Por O Dia

Rio - O deputado federal Wladimir Costa (SD-PA), que alcançou notoriedade ao tatuar o nome de Temer no ombro direito, foi uma das estrelas da sessão de ontem da Câmara. Além de provocar a oposição com 'pixulecos', ele foi à tribuna e exclamou, se dirigindo aos colegas: “Tenham vergonha na cara!”.

Deputado Wladimir Costa (SD-PA)%3A conversas quentes no plenárioLula Marques/Divulgação

O parlamentar, que foi beneficiado com R$ 7 milhões em emendas antes da tatuagem e da votação, no entanto, pareceu deixar a vergonha de lado em conversa via Whatsapp, no plenário, com uma eleitora paraense. A troca de mensagens foi flagrada pelo fotógrafo Lula Marques.

Deputado Wladimir Costa (SD-PA)%3A conversas quentes no plenárioLula Marques/Divulgação

Depois de receber a foto de uma moça à beira de um rio amazônico, de short e blusinha, ele pediu: “Mostra a tua bunda, mostra. Afinal, não são suas profissões que a destacam como mulher. É sua bunda”.

O deputado resolveu homenagear o "amigo" e presidente da República%2C Michel TemerDivulgação/Deputado Wladimir Costa

Ao receber como resposta um “Sem graça!”, ele prosseguiu citando Fátima Bernardes e Marília Gabriela como “respeitadas e até desejadas por sua capacidade e não por um par de bunda já bastante banalizada por todo o Tapajós”.

Mais adiante, Costa vociferou ao microfone: “Quem é Temer mostra a cara e até tatua o ombro”. O deputado, cassado pelo TRE do Pará, exerce o mandato porque recorreu ao TSE e aguarda sentença definitiva. 

Últimas de Brasil