Deputado do PSDB mentiu sobre ausência em votação da denúncia contra Temer

Ligado a Tasso Jereissati, Raimundo Gomes (PSDB-CE) alegou que perdeu voo em Fortaleza, mas foi visto em Brasília na hora da sessão

Por O Dia

Brasília - O deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE) mentiu ao justificar sua ausência na votação da denúncia contra o presidente Michel Temer na última quarta-feira, no plenário da Câmara. O parlamentar cearense disse que não conseguiu chegar a tempo para a votação porque perdeu voo de Fortaleza, onde mora, para Brasília. O tucano, porém, já estava na capital federal desde o dia anterior.

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo nesta sexta-feira, Matos disse que perdeu o voo que partiria às 5h10 de Fortaleza da quarta-feira. Jornalistas do Estadão, porém, viram o deputado no Salão Verde da Casa no dia da votação. Ele estava acompanhado do filho, o ex-vereador de Fortaleza, Pedro Gomes de Matos (PSDB). Além disso, registro da Câmara mostra que o deputado marcou presença na sessão do dia anterior, 1º de agosto, quando a denúncia foi lida no plenário.

Deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE) justificou ausência no dia da votação dizendo que estava em Fortaleza%2C mas estava em BrasíliaGeorge Gianni/PSDB

Procurado por telefone e mensagem na manhã desta sexta-feira, Matos não atendeu às ligações feitas pela reportagem. O tucano é próximo do senador Tasso Jereissati (CE), presidente interino do PSDB e que defende o desembarque do partido do governo Temer. Ele foi um dos 20 deputados que se ausentaram da votação, ato considerado favorável a Temer.

Últimas de Brasil