Adolescente que agrediu professora se entrega à Justiça

Menino estava foragido desde a sexta-feira, quando saiu a sentença para a sua internação provisória por 45 dias

Por O Dia

Rio - O adolescente de 15 anos que agrediu a professora Marcia Friggi, de 51 anos, se entregou no Fórum de Indaial, em Santa Catarina, nesta terça-feira, 29. Ele estava foragido desde a sexta-feira, 25, quando saiu a sentença para a sua internação provisória por 45 dias. Às 14h, ele chegou acompanhado da mãe e, após duas horas de audiência, foi encaminhado para o Centro de Atendimento Socioeducativo de Blumenau.

Professora foi agredida por aluno em Santa CatarinaReprodução/Facebook

O advogado Diego Valgas entrou com um pedido de habeas corpus porque acredita que o encaminhamento mais correto para o caso seja o adolescente fazer um tratamento psicológico em liberdade. Ele afirmou que o jovem está arrependido e que a internação vai "expor o adolescente a jovens envolvidos com crimes pesados, como tráfico, roubo e homicídio".

A mãe do adolescente explicou, em depoimento, que o filho sofreu violência doméstica. Segundo a mulher, seus filhos apanhavam frequentemente do ex-marido.

Valgas também disse que o seu cliente não se apresentou na sexta-feira "por ter se abrigado na casa de parentes, após sofrer ameaças". De acordo com o depoimento da professora à polícia, a agressão aconteceu no Centro de Educação de Jovens e Adultos. Foi a primeira aula dela com o estudante.

Marcia pediu para o adolescente tirar o livro das pernas e colocar sobre a mesa. Ele, então, teria dito: "coloco o livro onde eu quiser". Ela respondeu que em sua aula "as coisas não eram assim" e ele a xingou. Marcia pediu para que ele se retirasse, foram juntos para a direção e lá ela recebeu um soco no rosto. 


Últimas de Brasil