'Bibi de VG': mulher que atuava a mando do marido preso é detida

Jovem teve prisão preventiva decretada no Mato Grosso

Por O Dia

Cuiabá - A Justiça de Cuiabá decretou nesta terça-feira a prisão preventiva da jovem Cleiza de Lima, de 28 anos, conhecida como a 'Bibi de VG'. De acordo com a Polícia Civil ela é suspeita de atuar a mando do marido, que está preso na Penitenciária Central de Cuiabá. Ela foi atuada na última sexta-feira. 

'Bibi de VG' é considerada pela polícia uma criminosa de alta periculosidadeDivulgação Polícia Civil

Segundo as autoridades, Cleiza teria fornecido armamento para roubos e furtos em Várzea Grande, Região Metropolitana de Cuiabá. Uma decisão do juiz Luiz Augusto Veras Cadelha, da 5ª vara criminal de Várzea Grande, determinou que ela fique presa até o fim do inquérito policial.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, a 'Bibi de VG' é considerada uma criminosa de alta periculosidade e possui em sua ficha uma condenação a 5 anos de prisão por roubos, além de antecedentes de homicídio. Entre os crimes estão os roubos em de celulares em lojas de aparelhos eletrônicos da cidade. Os produtos estão avaliados em R$ 150 mil.

Investigada como braço direito do marido, que está detido, os policiais encontraram na casa da suspeita uma adolescente que alegou ser garota de programa, supostamente agenciada por 'Bibi'. A jovem carregava um celular, dado por Cleiza como forma de pagamento.

A suspeita foi presa em flagrante por posse de munição de uso restrito, corrupção de menor e exploração sexual infantojuvenil. De acordo com a Justiça do Estado do mato grosso, o inquérito deve ser concluído em até dez dias.

Vida imitando a arte

O apelido de Cleiza surgiu após o lançamento da novela das nove 'A Força do Querer', na qual a atriz Juliana Paes interpreta "Bibi", personagem baseada na história de Fabiana Escobar, a verdadeira "Bibi Perigosa" que ficou conhecida pelo seu relacionamento com Saulo da Rocinha, o Barão do Pó, ex-chefe do tráfico na favela da Zona Sul. 

Últimas de Brasil