Mãe e filha são agredidas por homem após serem confundidas com casal gay

Vítimas saiam de uma sala de cinema em um shopping de Brasília, quando foram abordadas pelo homem de 55 anos

Por O Dia

Distrito Federal - Uma mulher e sua filha foram agredidas verbalmente por um homem em um shopping de Brasília, após serem confundidas com um casal homossexual. O caso aconteceu na quinta-feira, no Liberty Mall, na Asa Norte (Plano Piloto).

Solange Afonso, 47 anos, e a filha, 20, saÍam do cinema juntas quando o homem, de 55 anos, as abordou. Neste momento, as agressões teriam começado. De acordo com a Secretaria de Segurança do Distrito Federal, o homem foi autuado por injúria e lesão corporal. O caso foi parar no Juizado Especial Criminal (Jecrim). 

Vítimas saiam de sala de cinema%2C quando foram abordadas por agressorReprodução Facebook

"Ontem eu fui a um cinema, às 20h18 era a sessão, eu fui com a minha filha de 20 anos. Na saída do filme apareceu um louco que achou que a gente era um casal e simplesmente começou a agredir nós duas. Começou com agressão verbal: chamou a gente de cretinas e safadas porque ele achou que éramos um casal gay", explica a mãe em um vídeo publicado no seu Facebook.

"É um absurdo eu ser agredida por ir no cinema, com alguém, seja do mesmo sexo ou não", lamentou Solange na postagem. Ela ainda o acusa de, na confusão, tê-la agredido no rosto com um relógio.

"Eu gravo esse vídeo para falar pra você que sofreu uma violência como essa, não fique coagido não, vocês tem que lutar pelo direito de vocês... Não sou gay, mas senti na pele o que eles sentem", finalizou a vítima, que é mãe de outras duas meninas.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social do Distrito Federal (SSP-DF) informou que  o homem, que não teve sua identidade revelada, assinou um Termo de Compromisso de Comparecimento do Juizado Especial Criminal e foi liberado. Procurada pelo DIA, a vítima ainda não comentou sobre o caso.

Assista ao relato:

Últimas de Brasil