Governo federal libera R$ 8,7 milhões para apoio à tragédia de Janaúba

Michel Temer recebeu o prefeito da cidade, Isaildon Mendes, e anunciou verba ao lado dos ministros da Educação e da Saúde

Por O Dia

Brasília - O governo federal anunciou, nesta terça-feira, R$ 8,7 milhões para ações de apoio à tragédia ocorrida na creche em Janaúba, no Norte de Minas Gerais, que já deixou 11 mortos. Serão R$ 3,7 milhões destinados à construção de duas creches e conclusão de uma quadra esportiva. Na área de saúde, R$ 4 milhões vão ser destinados a dois hospitais onde as vítimas recebem atendimento e R$ 1 milhão para o reembolso de gastos da prefeitura de Janaúba.

Os recursos foram anunciados pelos ministros da Educação, Mendonça Filho, e da Saúde, Ricardo Barros, após reunião com o presidente Michel Temer. O prefeito Janaúba, Carlos Isaildon Mendes, também participou da reunião no Palácio do Planalto.

Michel Temer recebeu o prefeito de Janaúba e prometeu aporte financeiro para ajudar na recuperação da creche e do municípioJosé Cruz/Agência Brasil

Os recursos do governo federal não serão usados na reconstrução da Creche Gente Inocente, incendiada no último dia 5 pelo vigilante do local. O prefeito de Janaúba explicou que empresários da região se propuseram a recuperar a creche e vão apresentar um projeto na sexta-feira.

O ministro da Saúde explicou que as unidades médicas que atendem o maior volume de pessoas atingidas no ataque – o Hospital João 23, em Belo Horizonte, e a Santa Casa de Montes Claros – receberão R$ 2 milhões cada um. “Os recursos serão liberados de imediato para que possam fazer efeito para as pessoas que vão precisar continuar com atendimento por muito tempo”, disse Ricardo Barros.

O prefeito Carlos Isaildon agradeceu o apoio recebido de governos e da sociedade. “A solidariedade que recebemos de todo o Brasil, do mundo, de todas as autoridades de forma indistinta, nos conforta”, disse. Ele disse que o esforço agora é para que todas as vítimas recebam a atenção necessária. “Queremos agora que seja garantido a todas as famílias e seus pacientes o atendimento médico, psicológico, com todas as condições, para que seja amenizado tamanho sofrimento”, acrescentou.

Em relação às creches, o prefeito disse ter a expectativa de que as obras estejam concluídas até o final de 2018.

Na manhã da última quinta-feira, um vigia que trabalhava na creche Gente Inocente e estava de licença médica entrou no local e ateou fogo em crianças, professoras e nele mesmo. Já são 11 os mortos – nove crianças, uma professora e o autor do ataque.

Últimas de Brasil