Audiência decide se cunhado de Ana Hickmann irá a juri popular

Apresentadora da Record prestou depoimento em Belo Horizonte na manhã desta sexta-feira

Por O Dia

Minas Gerais - A apresentadora Ana Hickmann prestou depoimento, nesta sexta-feira, na audiência de instrução do processo que vai decidir se Gustavo Henrique Bello Corrêa, seu cunhado, vai a juri popular. Gustavo é acusado de matar Rodrigo Augusto de Pádua, um fã da apresentadora que invadiu o quarto de hotel em que ela estava, em Belo Horizonte, em maio do ano passado. 

Gustavo Corrêa%2C cunhado de Ana HickmannReprodução Vídeo / Record

A juíza Ámalin Aziz Sant'ana vai ouvir seis pessoas nesta sexta. Além de Ana Hickmann, também vão prestar depoimento a mulher de Gustavo, um segurança do hotel e dois peritos, um contratado pela defesa e outro da Polícia Civil. Uma sexta testemunha, que não foi identificada pelo Fórum Lafayette, onde a audiência é realizada, também vai depor. 

O réu será ouvido após todas as testemunhas e só então a juíza decidirá se o caso será julgado por juri popular ou pela Vara Criminal. Ainda não está confirmado se Gustavo vai ou não depor nesta sexta. 

Relembre o caso

Rodrigo Augusto de Pádua, de 30 anos, se hospedou no mesmo hotel em que Ana Hickmann estava hospedada, em 21 de maio do ano passado. De acordo com o boletim de ocorrência, Rodrigo, que era morador de Juiz de Fora, rendeu Gustavo, cunhado de Ana Hickmann, e o obrigou a ir até o quarto da apresentadora, onde também estava Giovana Oliveira, mulher de Gustavo. 

Rodrigo obrigou os três a sentarem-se na cama e xingou várias vezes a apresentadora, chamando-a de "cadela". Em algum momento da ação, Rodrigo disparou contra Ana Hickman e acabou acertando dois disparos em Giovana, um deles no abdômen. Gustavo reagiu, tomou a arma do atirador e o matou com três tiros no rosto.


Últimas de Brasil