Vítima de atirador de Goiânia está paraplégica

Hospital onde adolescente está internada constatou que jovem sofreu sequelas permanentes

Por O Dia

Goiás - A estudante Isadora de Morais, de 14 anos, uma das vítimas do estudante que abriu fogo em um colégio de Goiânia, na sexta, está paraplégica. A informação foi divulgada pelo Hospital de urgências de Goiânia (Hugo) nesta quarta.

Vítima do atirador de Goiás%2C Isadora de Morais está paraplégicaReprodução Facebook

Segundo boletim médico, a adolescente sofreu uma lesão na medula espinhal, próxima à 10ª vértebra da coluna, comprometendo de maneira definitiva o movimento dos membros inferiores da jovem.

Ainda de acordo com o hospital, o estado de saúde de Isadora é considerado "regular", porém, segue na Unidade de terapia Intensiva (UTI) da unidade.

Na última sexta-feira, Isadora foi atingida por três tiros após um estudante abrir fogo contra colegas de turma, no Colégio Goyazes, na capital goiana. Ela foi socorrida às pressas, em estado grave, com ferimentos no tórax, pescoço e em uma das mãos. Ainda não há previsão de quando a paciente receberá alta.  

Outra vítima, um garoto de 13 anos, recebeu alta hospital na manhã deste domingo. Ele foi atingido nas costas. Seu pai, Thiago Gomes, afirmou que a bala ficou alojada nas vértebras e passou a menos de um centímetro da medula.

Ele deve ser ouvido na Depai na próxima quarta-feira. Inicialmente, o adolescente seria ouvido na tarde desta segunda-feira. No entanto, o delegado titular Luiz Gonzaga Júnior remarcou o depoimento para quarta-feira. De acordo com ele, nenhuma testemunha será ouvida nesta segunda-feira.

As duas vítimas que morreram, João Vitor Gomes e João Pedro Calembo, ambos de 13 anos, foram enterrados no sábado, 21.

Últimas de Brasil