Marmita apreendida com mulher em visita tinha arroz, farofa, cocaína e maconha

Agentes penitenciários de presídio em São Paulo desconfiaram do feijão preto na refeição e encontraram a droga

Por O Dia

São Paulo - Uma mulher foi impedida de visitar um detento em um presídio de São Paulo, após agentes encontrarem capsulas de cocaína e maconha disfarçadas dentro de marmita. Quase do tamanho de caroços de feijão, a droga foi interceptada em revista no domingo, durante o horário de visita da Penitenciária 2 de São Vicente, no Interior do estado.

'Marmita' suspeita tinha arroz%2C feijão preto%2C farofa e bife de frangoDivulgação

De acordo com Informações da Secretaria da Administração Prisional (SAP), mulher tentou entrar na penitenciária com marmita, onde havia arroz, feijão preto, farofa e bife de frango. Entretanto, o que parecia feijão, eram, na verdade, 243 gramas de cocaína e maconha dividas em dezenas de pequenas capsulas.

Segundo reportagem da  TV Tribuna, a mulher foi encaminhada para a Delegacia de Polícia e foi retirada da lista de visitas da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).

Últimas de Brasil