Por bruno.dutra

Brasília -  A presidente disse ainda que o governo vai propor novamente ao Congresso a atualização da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física em 4,5%. Essa será a terceira vez que o governo propõe esse patamar de reajuste.

Na última tentativa, o Congresso alterou o percentual para 6,5% e Dilma vetou a mudança. O veto será analisado pelos parlamentares nas próximas semanas.

Dilma disse que se o veto for derrubado vai lamentar. "Sinto muito", disse.

Você pode gostar