Vendas de veículos têm o pior primeiro semestre desde 2007, diz Fenabrave

Em junho, vendas caíram 19,36% frente o mesmo mês de 2014. Entidade espera queda de 18% nas vendas de carros em 2016

Por O Dia

São Paulo - As vendas de veículos caíram 20,7% no primeiro semestre deste ano, na comparação com o ano passado, segundo dados da Fenabrave, a federação dos concessionários. É o pior resultado para o período desde 2007, quando 1.082.257 unidades foram vendidas.

As vendas de veículos novos no Brasil em junho caíram 19,36% ante mesmo mês de 2014, a 212.526 unidades, informou nesta quinta-feira a associação que representa distribuidores, Fenabrave, que reduziu as previsões para o acumulado de 2015.

Por segmentos, as vendas de automóveis e comerciais leves somaram 204.627 unidades no mês passado, queda de 18,35% na comparação anual.

Em caminhões a queda foi de 41,4%, para 6.201 unidades vendidas, enquanto as vendas de ônibus diminuíram em 27,2% na mesma comparação, para 1.698.

A retração estimada para as vendas de automóveis e comerciais leves em 2015 passou 18% para 23%, a 2,563 milhões de unidades. Já para caminhões e ônibus, o recuo esperado passou de 37,2% para 41%, a 99.731 unidades.

"Em termos de volume de vendas de automóveis e comerciais leves, quase estamos perdendo um México este ano", disse a jornalistas o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Jr. "A economia está parada (...) A falta de confiança do consumidor é o que é pior para nós."

A previsão da entidade é que as concessionárias de veículos possam fechar o ano com cerca de 20 mil demissões.

Últimas de _legado_Notícia