Cotado para ministério, suplente de Marta concentra atenção em Brasília

Suplente de Marta Suplicy no Senado, o vereador paulistano Antonio Carlos Rodrigues (PR) espera retornar a Brasília em breve. Cogitado para assumir o Ministério dos Transportes, manteve discrição ao reassumir a cadeira na Câmara

Por O Dia

Antonio Carlos Rodrigues foi o fundador do grupo conhecido como "Centrão"%2C que chegou a ser a principal força do legislativo de São PauloPedro França/Agência Senado

Cotado para ser ministro dos Transportes, o primeiro suplente da senadora Marta Suplicy (PT-SP), Antonio Carlos Rodrigues (PR), reassumiu discretamente sua cadeira na Câmara Municipal de São Paulo. Para os colegas paulistanos, o estilo atual demonstra que o vereador espera voltar para Brasília em breve. Rodrigues foi presidente do legislativo paulistano por quatro mandatos consecutivos e tem grande influência sobre outros vereadores. Foi, inclusive, o fundador do grupo conhecido como "Centrão", que chegou a ser a principal força do legislativo da cidade. Ontem, ele compareceu ao plenário e ajudou a eleger o novo presidente da Casa, o vereador Antonio Donato (PT). A disputa nem exigiu muito do poder de negociação de Rodrigues: Donato recebeu os votos de 47 dos 55 vereadores.

Ex-secretário do prefeito Fernando Haddad (PT), o novo presidente teve o apoio da maioria dos partidos. O único vereador do PSOL na cidade se absteve, os tucanos Floriano Pesaro e Coronel Telhada, que assumem mandato de deputado em 2015, não compareceram e os vereadores Ricardo Young (PPS) e Gilberto Natalini (PV) também não participaram do pleito. Como acontece no plano federal, o PMDB paulistano não foi um aliado tão fiel aos petistas. Os quatro vereadores do partido compareceram, mas não votaram. Desta vez, o descontentamento não foi só com o Executivo. Eles reclamavam não ter ganhado espaço na formação da mesa. Os peemedebistas também têm dificultado a obtenção do quórum na Câmara, para não aprovar projetos do governo. O protesto é para pressionar Haddad a dar mais atenção às suas demandas.

GE não vê conflito

A General Electric afirma que o escritório Trench, Rossi e Watanabe trabalha para empresa, mas não presta serviços para a área de Óleo e Gás, fornecedora da Petrobras. Por isso, a GE não vê conflito no fato de o escritório de advocacia investigar os contratos assinados pela estatal.

Lembra do Chico?

Assessor dos seringueiros no Acre nos anos 80, o deputado federal eleito Nilto Tatto (PT-SP) homenageou ontem o sindicalista Chico Mendes, que completaria 70 anos. A data passou em branco no perfil oficial da ex-presidenciável Marina Silva (PSB), que iniciou sua carreira política ao lado de Mendes.

Sobre o Doi-Codi

O jornalista Marcelo Godoy lançou o livro “A Casa da Vovó” (Editora Alameda), sobre o mais conhecido centro de torturas da ditadura militar, o DOI-Codi paulista, onde morreram dezenas de pessoas, entre elas o jornalista Vladimir Herzog. O livro mostra a relação da PM com a repressão.

Dilma quer Luciana, diz PCdoB

Integrantes do PCdoB do Nordeste dizem que a presidenta Dilma deseja dar o Ministério de Cultura à deputada comunista Luciana Santos (PE), mas haveria um empecilho: ela assume em março a presidência nacional do partido. E o PCdoB não pretenderia rever essa escolha. Dilma estava na Casa Civil, no governo Lula, quando conheceu Luciana, então prefeita de Olinda. Teria gostado da comunista por causa de vários projetos que ela tinha, prontos para apresentar ao PAC.

Comunista foi sondada para o Esporte

Segundo representantes do PCdoB, Dilma já teria cogitado a indicação de Luciana para o ministério em 2011, no primeiro ano de seu governo, para substituir Orlando Silva, no Esporte. O partido, no entanto, insistiu no nome de Aldo Rebelo. Agora, em Pernambuco, o governador eleito Paulo Câmara, que teve o apoio dos comunistas, cedeu para o PCdoB a Secretaria de Cultura, já confiante de que o partido comandará também o ministério da área.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Com Leonardo Fuhrmann

Últimas de _legado_Notícia