No Rio , Marina diz que espera disputa mais igualitária no segundo turno

Quanto à possibilidade de disputar o segundo turno das eleições, a candidata disse que a disputa ainda é pela primeira votação

Por O Dia

Rio - A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, fez nesta sexta-feira um passeio em carro aberto na região da Praça Saens Peña, na Tijuca, zona norte do Rio. Marina cumprimentou eleitores e posou para fotos ao lado do candidato a vice-presidente em sua chapa, o deputado Beto Albuquerque (PSB-RS).

Ao falar com a imprensa, Marina ressaltou a espontaneidade com que tem sido recebida pela população nos atos de campanha e destacou suas propostas para a educação. “Defendemos a educação em tempo integral para dar condições de estudo digno para os nossos jovens, para que possam ter uma profissão, um trabalho, respeitando os professores com salários decentes e formação continuada. Vamos continuar apresentando as ideias do passe livre, para que alunos da escola pública possam ter acesso ao transporte digno na hora de estudar."

A ex-senadora voltou a lembrar que seus principais adversários na disputa pela Presidência – Aécio Neves, do PSDB, e Dilma Rousseff, do PT – não apresentaram programa de governo. “Nós apresentamos um programa de governo, em respeito aos brasileiros, coisa que nossos adversários não fizeram. Apresentamos propostas para a saúde, a educação, a segurança, para gerar emprego e renda, proteger as conquistas sociais do Bolsa Família, e ampliar inclusive [o benefício] para os que mais necessitam, pagando o décimo terceiro para os que recebem o Bolsa Família.”

Quanto à possibilidade de disputar o segundo turno das eleições, Marina disse que a disputa ainda é pela primeira votação, mas ressaltou que, se o fato se concretizar nas urnas no domingo (5), a concorrência será mais igualitária. “No segundo turno, vai ser diferente, com tempo de TV igual, o debate em cima de ideias e programas", enfatizou Marina.

Segundo ela, 70% da população brasileira querem mudança: "a mudança que preserva o que já ficou, mas que não vai ficar patinando no mesmo lugar, vai avançar para a frente, para que possamos ganhar, para o Brasil voltar a crescer, para as pessoas não perderem seu emprego por causa da inflação e do baixo crescimento econômico. O segundo turno discutiremos no segundo turno – estamos na batalha do primeiro turno, e a população brasileira está nos levando para o segundo turno, é maravilhoso o que está acontecendo”, afirmou.

Do Rio de Janeiro, Marina Silva seguiu para São Paulo.

Últimas de _legado_Notícia