Bolsas e sapatos veganos ganham espaço no mercado

Fãs do conceito acabam descobrindo marcas em redes sociais. Evento com acessórios sustentáveis vai falar de curiosidades sobre o tema

Por O Dia

Rio - Vegan, vegano, sustentável, eco. Quem nunca ouviu as palavras da "moda"? No entanto, mais do que uma cultura passageira, o veganismo propõe viver sem explorar os animais e demorou bastante para ganhar espaço no mercado — por vezes ainda enfrentando certa resistência. Fãs do conceito e curiosos, às vezes com dificuldades de comprar, acabam descobrindo marcas em redes sociais que estão aos poucos ajudando a desmistificar conceitos.

Bolsas veganas vêm ganhando espaço na modaDivulgação/ La Loba

"Acho que é mais do que uma tendência, não é? É se preocupar com os animais e com o ambiente em que a gente vive. Hoje é muito mais fácil de encontrar. É só querer", disse a relações públicas Priscila Mendes, de 28 anos, que encontrou na Internet marcas que viraram suas "queridinhas."

Mas como é uma bolsa vegana? Substituindo o couro, os acessórios ganham material sintético acompanhado de tecidos à base de algodão e poliéster, além de outros alternativos.

Veganas La Loba e Insecta Shoes têm até mascotes%3B Cachorrinha da Insecta é Abgail Divulgação/ Insecta Shoes

Com a evolução tecnológica, empreendedores descobrem cada vez mais formas de produzir. Muitos desses acessórios podem ser encontrados online.

Após passar pelo Rio e São Paulo, o evento Ecoera chegará à Belo Horizonte neste sábado, 17, no Grande Hotel Ronaldo Fraga para falar mais sobre questões sociais e ambientais, além de mostrar as bolsas da marca La Loba — todas amigas dos animais. Quem estiver na capital mineira, vai poder conferir das 9h às 16h.

A idealização do Ecoera vem desde 2008. Pioneira no Brasil na hora de unir moda, design e sustentabilidade, a consultora e empreendedora Chiara Gadaleta continua em parceria com a empresária Kaline Demarchi, dona da La Loba.

La Loba propõe conceito de bolsas com tecidos sustentáveis e veganos Divulgação/ La Loba

Depois de se formar em artes cênicas, Kaline se interessou pela área e descobriu que dá, sim, para fazer acessórios sem crueldade animal.

Reaproveitamento de materiais

Na mesma pegada ecofriendly, vale comentar a Insecta Shoes. "Produzimos sapatos veganos e ecológicos a partir de roupas vintage e tecidos de garrafas pet recicladas", diz a marca A proposta é aumentar a vida útil do que já existe ao invés de produzir mais e gerar prejuízo ambiental.

Sapatos e bolsas são também livres de qualquer matéria-prima animal, segundo a marca. Além de encontrá-los online, dá para achar no Rio em São Cristóvão, na Zona Norte, e em Ipanema, Zona Sul.

Oxford vegano de material reaproveitado%2C da Insecta Shoes Divulgação/ Insecta Shoes