Por bianca.lobianco

Rio - A preocupação com uma alimentação equilibrada já faz parte da rotina de muitas pessoas. Os benefícios para a saúde são indiscutíveis. Mas a falta de tempo e de planejamento podem atrapalhar o desejo de ter uma rotina alimentar mais leve. Nesse cenário, lançar mão da boa e velha marmita tem se tornado a opção mais comum. Luiza Ferreira, 26, psicóloga, não abre mão de levar a sua para o trabalho. “Para baratear e me alimentar bem, preciso preparar minha comida”, conta.

Ao lado%2C uma das opções de saladas da Lévaê%3A alternativa para rotinas agitadasDivulgação

Mas e quando não conseguimos tempo nem para cozinhar? É o caso da estudante de arquitetura Caroline Venâncio, 23 anos, que também leva marmita, mas terceirizada. “Agora me alimento melhor. Tenho conseguido manter o peso, e me sinto mais disposta”, diz ela, que é cliente da Lévaê, empresa que trabalha com assinatura de saladas.Partindo da própria experiência, Bruno Coelho, sócio-fundador da Lévaê, e o sócio Eduardo Galvão, 25,trouxeram para o Rio o conceito observado nos Estados Unidos. “A ideia é alimentação rápida, saudável, fresca e gostosa. Quem se alimenta melhor, vive melhor. Muda a vida”, garante. 

Você pode gostar