De volta ao sertanejo, Wanessa Camargo exalta mulher independente em novo CD

Cantora revela sonho de gravar DVD com músicas do pai, Zezé Di Camargo

Por O Dia

São Paulo - Wanessa Camargo não tem medo de mudanças. Isso fica muito claro no novo álbum da cantora, "33", que ela lançou nesta quinta-feira, em São Paulo. Em um bate-papo superdescontraído com os jornalistas, Wanessa contou que a migração do pop para o sertanejo aconteceu tranquilamente. 

Wanessa Camargo lança o CD '33'Raphael Castello / Ag. News

"Quando eu voltei a compor, vieram essas coisas mais românticas, sofridas. Pensei: 'vou abrir esse leque. Vou fazer com calma, com tempo, preparar o terreno'. A mudança veio porque quando eu comecei a compor, percebi que a minha pegada estava diferente", explicou a cantora, que não tem medo de perder seu público.

"Teve gente que eu perdi, sim.  Mas isso é muito natural. Outros que não me acompanhavam começaram a aparecer no show. Trabalhar com pessoas é assim. O importante é que tudo que eu faço, faço porque quero e não porque mandam em mim. Não posso ficar com medo de perder o público". 

Wanessa Camargo no lançamento de seu novo álbum%2C '33'Ag. News

Wanessa também revelou um sonho antigo, que ainda pretende realizar. "Tenho vontade de pegar umas coisas do meu pai, o lado B, músicas lindas que não foram trabalhadas em rádio, e fazer com a minha cara", revelou. 

O novo álbum se chama "33", a idade de Wanessa, que se vê mais madura. "Quando eu comecei eu queria falar do meu primeiro amor, sensualizar. Eu acreditava em príncipe encantado, queria falar das minhas amigas, assuntos que tinham a ver comigo. Era muito inocente e obviamente com uma vivência maior vem uma outra pegada. O casamento trouxe maturidade. Você entende a construção de relação, amor, parceria, então obviamente tem mais sentido eu falar sobre isso hoje", afirmou a cantora, que fala muito sobre empoderamento feminino em suas canções.

"Eu tenho muita dificuldade em gastar o dinheiro do Marcus [Buaiz, marido]. Quando gasto, é para as crianças.  Não para mim. Eu tenho prazer em pagar minhas contas. Essa é a mulher de hoje."



Últimas de _legado_D Mulher