Rogério Fróes, Débora Olivieri e Marcos Breda estrelam comédia no Clara Nunes

Atores estão no elenco da peça 'O dia em que raptaram o Papa', considerado o texto brasileiro mais encenado no mundo

Por O Dia

Rio - Boa pedida para os fãs de comédia. Estreou nesta quinta-feira, no Teatro Clara Nunes, a peça "O dia em que raptaram o Papa". De autoria de João Bethencourt, o espetáculo já foi encenado em 42 países, o que lhe deu a marca de ser o texto brasileiro mais montado no mundo.

Com uma temática que fala sobre a tolerância entre os homens e cultura de paz, a peça tem nove atores no elenco, entre eles Rogério Fróes, Débora Olivieri, Marcos Breda, Renato Rabelo e Renan Ribeiro, além da direção de Tadeu Aguiar.

Comédia está com cartaz no Teatro Clara NunesGustavo Bakr


A trama se passa na cidade de Nova Iorque, numa visita do Papa à cidade, contando a história de um taxista judeu que, de repente, sequestra o pontífice e o leva pra casa onde mora com sua mulher e dois filhos. Tudo resulta numa grande confusão, que envolve desde os vizinhos aos chefes de Estado do mundo inteiro, em prol da paz mundial. A peça estreou no Rio, na década de 70, com grande sucesso.

“Eu vi essa peça em 1983 em São Paulo, no Teatro Itália. Achei o máximo, não saiu na minha cabeça. O espetáculo é extraordinário, elegante e bem escrito. É uma comédia de situação bacana e acima de tudo tem uma proposta interessante com um final emocionante e divertido. Tem os ingredientes do teatro que eu gosto”, exalta o diretor Tadeu Aguiar.

Serviço:
"O dia em que Raptaram o Papa". Teatro Clara Nunes: Shopping da Gávea. Quinta, sexta e sábado às 21h; Domingo às 18h. Quinta: R$ 70. Sexta, sábado e domingo: R$ 90. Temporada: até 29 de setembro. Classificação: 10 anos. 80 minutos.

Últimas de Diversão