Por daniela.lima

Rio - Pela primeira vez, o festival de dança ‘Correios em Movimento/Dança em Trânsito’ vai deixar o País. É em novembro, para apresentações em Essone e Paris, na França. Mas ainda há muito para dançar por aqui. O evento está em cartaz no Rio até segunda-feira. Depois, se apresenta em Duque de Caxias (RJ), São Paulo, Florianópolis, Alto Bela Vista e Entre Rios do Sul, municípios de Santa Catarina, Quedas do Iguaçu (PR) e Vitória (ES). 

Festival de dança reúne grupos de vários países no RioDivulgação


“É o terceiro ano que juntamos o ‘Dança em Trânsito’ com o ‘Correios em Movimento’. Conquistamos o público do Centro Cultural dos Correios com esse evento gratuito.

Distribuímos muitas senhas e a casa está cheia sempre”, conta a curadora Giselle Tápias.
Quem se dirigir ao Centro Cultural Correios assiste a espetáculos como ‘There We Have Been’, do inglês James Cousins, durante o qual a bailarina nunca toca o chão (hoje e amanhã); ‘Delírio’, de Ângelo Madureira e Ana Catarina, inspirado em conceitos ligados ao ritmo nordestino do frevo (hoje); ‘Work In Progress — No’, de Bruno Duarte e Bárbara Lima (amanhã); ‘Tao Te’, do húngaro Ferenc Fehér, focando no uso de artes marciais; e ‘Qui Ora’, da italiana Claudia Catarzi, que usa expressões como “natureza primal” para definir seu trabalho (ambos no domingo).

Já a ocupação de espaços públicos do Rio com dança fica para setembro, quando o evento retorna para cá. “Vimos que levar dança para os espaços urbanos da cidade dá certo. Chamamos a atenção de um pessoal que não está acostumado a ver espetáculos desse tipo, e que conhece outras formas de expressão artística”, diz Giselle.

O evento continua na segunda com um espetáculo (este, com ingressos pagos, a R$ 20) no mezanino do Sesc de Copacabana: ‘Passo Quintet’, da italiana Ambra Senatore.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí 20, Centro (2253-1580). Hoje, amanhã e domingo, a partir das 19h. Grátis.

Você pode gostar