Por tamyres.matos
Eugene Hütz é acusado de roubar US%24 500 mil da própria bandaDivulgação

EUA - O vocalista da banda Gogol Bordello, Eugene Hütz, é acusado de roubar US$ 500 mil da conta dos músicos. A acusação é feita pelo ex-guitarrista do grupo, Oren Kaplan, e a informação foi divulgada pela revista Billboard norte-americana.

O músico afirmou que Hürtz “pegou descaradamente um valor aproximado em meio milhão de dólares das contas bancárias do Gogol Bordello e depositou em contas de novas empresas das quais ele é o proprietário”.

O vocalista se defendeu e afirmou que as transferências foram “empréstimos” e que ele próprio havia decidido se pagar um salário pelos afazeres dele com a banda.

De acordo com a denúncia de Kaplan, Hürtz bloqueou sua participação nas negociações de um acordo com uma marca de refrigerantes. O líder da banda teria usado ainda a morte da mãe do guitarrista para afastá-lo dos planos no momento em que o grupo gravava uma música para o comercial.

Kaplan pede US$ 950 mil em compensação. Gogol Bordello é uma das atrações do palco Sunset do Rock in Rio deste ano.

Você pode gostar