Por bferreira

Rio - 'Vendo ou Alugo’ é um filme feito em família. A diretora Betse de Paula escalou para a comédia o irmão Marcos Palmeira, a filha Beatriz Morgana e Marieta Severo, mãe de Silvia Buarque, que também faz parte do elenco. A afinidade do time é perceptível na tela e completada pela presença de Nathália Timberg, que interpreta Maria Eudóxia, a matriarca de uma família muito louca, disposta a tudo para se salvar das dívidas, até mesmo vender o seu único patrimônio: uma mansão caindo aos pedaços, no pé do Morro Chapéu Mangueira, no Leme.

Beatriz%2C Pedro Monteiro%2C Nicola Lama%2C Marieta e Silvia BuarqueDivulgação

Abordando uma época pré-UPP (Unidade de Polícia Pacificadora), a trama fala sobre as dificuldades de Maria Alice (Marieta) e Madu (Bia) de atrair compradores para uma residência cheia de problemas: ela tem infiltrações, rachaduras e buracos de bala provenientes de tiroteios dos vizinhos traficantes, além de inúmeras contas a pagar.

Enquanto um pastor corrupto (André Mattos) e um gringo surtado (Nicola Lama) disputam quem será o futuro proprietário do local, uma série de confusões recheia a história. A base da receita é uma pitada de romance entre o traficante Jorge (Marcos Palmeira) e Maria Alice, somada às teorias ecológicas da hippie Baby (Silvia) e ao vício em jogo de Maria Eudóxia — tudo batido no liquidificador e misturado a boas doses psicodélicas.

Betse inseriu em seu filme referência a clássicos do cinema como ‘Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos’, de Pedro Almodóvar, ‘Hair’, de Milos Forman, e ‘O Anjo Exterminador’, de Luis Buñuel — tudo mesclado com muita brasilidade.

O filme é divertido, politicamente incorreto e carrega várias críticas sociais, retratadas de forma cômica e surreal. Vale lembrar que o roteiro não tem compromisso com a realidade e é justamente isso que o torna tão divertido.

Você pode gostar