Bike taxista apela para Luciano Huck: 'Quero participar do Lata Velha'

Desempregado, Victor Coelho está fazendo um 'bico' como 'bike taxista' no Rock in Rio

Por O Dia

Rio - Desempregado, Victor Coelho, 28 anos, que é formado em Turismo, está fazendo um 'bico' como 'bike taxista' no Rock in Rio. O sonho dele é participar do quadro 'Lata Velha', do 'Caldeirão do Huck', na Globo, e apela para que Luciano Huck reforme seu Opala 75. "Coloco minha bicicleta nele e venho trabalhar. O motor já está rateando, ele está muito velho. Me ajuda, Luciano", pede Victor. 

Bike taxista apela para Luciano Huck%3A 'Quero participar do Lata Velha'Fernando Souza / Agência O Dia


Ligado no perrengue que o público do festival está enfrentando para chegar à cidade do rock, Victor teve a ideia de adaptar sua bike e ganhar um trocado, fazendo o transporte da primeira barreira da Avenida Salvador Allende até a entrada principal do evento, onde carros, táxis e ônibus não circulam. Ele cobra R$ 5 pelo serviço, mas chegou a ganhar R$ 50 de um casal que foi até a Avenida das Américas.

Em 2011, Victor já fazia esse tipo de transporte. Como lucrou, para esta edição, ele resolveu investir R$ 200 em dois bancos extras, rodas novas, guarda-sol, microfone para interagir com os passageiros, buzina e até um som. "Toco de tudo ao gosto do cliente. Tem pop, reggae, rock", avisa.

Victor começa sua maratona as duas da tarde e pedala até uma da manhã. Só hoje, ele fez mais de 20 viagens e espera faturar este ano em torno de R$ 800.

As amigas Aline Kauffmann e Gabriela Christina D'Andreia, ambas de 26 anos e assistentes administrativas, recomendam o serviço. "É tranquilo, seguro, ele é muito simpático e ainda tem músicas". Aline mora em Madureira e Gabriela em Bento Ribeiro. Elas pagaram R$ 100 de táxi até a Barra da Tijuca. "Impossível vir de ônibus. O atraso é insuportável. Sexta-feira, uma amiga disse que teve briga para entrar", desabafou Gabriela.

Últimas de Diversão