Por raphael.perucci

Rio - O Grupo Galpão está de volta ao Rio. A companhia mineira estreia nesta quinta-feira, às 19h, o espetáculo "Os Gigantes da Montanha", de Luigi Pirandello. A peça, que celebra o retorno da parceria com o diretor Gabriel Villela, conta com 12 atores em cena, música ao vivo, um rico cenário, além de figurinos que fazem referências ao teatro popular combinados a máscaras inspiradas na Commedia Del’arte.

As apresentações serão gratuitas nos dias 10, 11, 12 e 13, de quinta a sábado, às 19h, e domingo, às 18h, no Monumento aos Pracinhas, no Aterro do Flamengo.

Espetáculo 'Os Gigantes da Montanha' será encenado no AterroDivulgação


Antes do Aterro, o grupo leva o espetáculo ao SESC Nova Iguaçu (2797-3001) nesta terça-feira, e realiza a oficina "Encontro com o Galpão". Nesta quarta, o grupo participará da exibição do média-metragem de ficção “Para Tchékhov”, uma adaptação de contos do dramaturgo russo para o cinema. A sessão será na Escola de Teatro da UNI-RIO, e em seguida, haverá um bate-papo com os atores. A entrada é gratuita.

"Os Gigantes da Montanha" narra a chegada de uma companhia teatral decadente a uma vila isolada do mundo, cheia de encantos, governada pelo mago Cotrone. A trupe de mambembes encontra-se em profundo declínio e miséria, por obsessão de sua primeira atriz, a condessa Ilse, em montar "A Fábula do filho trocado" (peça escrita por um jovem poeta que se matou por amor não correspondido da condessa).

A peça, que dura 80 minutos, mostra uma discussão sobre o possível lugar da arte e da poesia num mundo dominado pelo pragmatismo e pela técnica. A morte de Ilse representa a morte e também o renascimento da arte.

Você pode gostar