Tom Hanks não aceitará engordar para filmes por causa de diabetes

Ator revelou na noite de terça-feira que sofre do tipo 2 da doeça

Por O Dia

Londres - Tom Hanks disse nesta quarta-feira em Londres que não aceitará mais papéis que o exijam engordar, depois de ter sido diagnosticado com diabetes tipo 2. O ator, vencedor de dois Oscar, por "Filadélfia" (1993) e "Forrest Gump: o Contador de Histórias" (1994) teve que ganhar e perder peso por exigências de roteiro várias vezes. Essa pode ser causa de sua doença, revelada na noite de terça-feira no programa "Late Show with David Letterman", do canal americano "CBS".

Tom Hanks em 2012 no lançamento do filme "A Viagem" em Berlim Efe


Em entrevista à emissora britânica "BBC", Hanks, que inaugura nesta quarta-feira o Festival de Cinema de Londres com "Captão Phillips" disse ter conversado com muitos atores obrigados a engordar para determinados papéis e "ninguém quer voltar a fazê-lo". "Acho que é coisa dos jovens. Tenho 57 anos e não acho que vá aceitar nenhum papel e voltar a engordar 30 libras (14 quilos)", contou Hanks.

No diabetes tipo 2 o corpo para de metabolizar corretamente a insulina, hormônio produzido pelo pâncreas e responsável pela quebra de moléculas de açúcar, o que causa um excesso de glicose no sangue. O intérprete americano, que já tinha sintomas de diabetes desde os 36 anos, o que o caracterizava como pré-diabético, protagonizou várias filmes que exigiram oscilações drásticas de peso, como em "Náufrago" (2000) e "Filadélfia". O Festival de Cinema de Londres reunirá até dia 20 de outubro mais de 200 atores e diretores, e terá 22 estreias mundiais.

Últimas de Diversão