A joia culinária que vem das palmeiras

O palmito fresco é inspiração de festival na Tijuca e reforça os cardápios em cremes, espetos e até moqueca

Por O Dia

Rio - Minha terra tem palmeiras que levam à mesa palmitos. Não é bem assim o verso famoso de Gonçalves Dias, mas o miolo branco e saboroso das plantas que enfeitam a Mata Atlântica — cultivadas no interior do Rio como forma de reduzir a ameaça da extração ilegal — é uma poesia culinária quando servido fresco. 

A joia culinária que vem das palmeirasDivulgação


Nas mesas cariocas, o palmito ‘in natura’ deu as cascas, ou melhor, as caras em meados dos anos 80, pelas mãos de empresários como o alemão Ottmar Grunewald Serveira, o Otto, que há uma década promove o festival dedicado à iguaria, em cartaz até o fim do mês nos dois endereços de seu restaurante tijucano.

O menu fechado a R$ 69 dá direito a entrada fria e quente, além de prato principal. Nele, há sabores como a salada de palmito com azeite e especiarias, tomates-cereja, folhas de hortelã e frutas silvestres; ou o palmito com filé de peixe, arroz de brócolis e palmito rostie (novidade que substitui a batata). O cardápio também destaca pratos como os palmitos recheados e assados no envelope com camarão e catupiry, para duas pessoas (R$ 76).

Ainda pela Zona Norte, o Aconchego Carioca serve (alô, vegetarianos) a suculenta moqueca de palmito pupunha com banana da terra, com arroz e farofa, para duas pessoas (R$ 65).
E o Gula Gula, ótima opção no Shopping Tijuca, tem como novidade a entrada de palmito pupunha assado na casca e servido com azeite de ervas, manteiga de limão siciliano e farofa crocante (R$ 29). Em estilo semelhante, a Academia da Cachaça serve o Palmito do Frade, cultivado em Angra dos Reis, assado na casca e com molho de ervas (R$ 34,50). 

Palmito fresco é inspiração de festival na Tijuca e reforça os cardápios em cremes%2C espetos e até moquecaDivulgação


Na Barra, o Espetto Carioca acertou em cheio ao criar o leve espetinho de palmito com tomate seco e rúcula (R$ 7,45). E o Santa Satisfação, em Copacabana, transforma o ingrediente em pratos de requinte, como o creme de bacalhau com palmito em natas, servido com telha de parmesão (R$ 23,90).

ACADEMIA DA CACHAÇA. Loja da Barra no Condomínio Condado de Cascais. Avenida Armando Lombardi 800, loja 65 (2492-1159). Seg, de meio-dia às 17h. De ter a qui, de meio-dia à 1h. Sex e sáb, de meio-dia às 2h. Dom, de meio-dia às 20h. Cc.: Todos. ACONCHEGO CARIOCA. Rua Barão de Iguatemi 379, Praça da Bandeira (2273-1035). De ter a qui, de meio-dia à meia-noite. Sex e sáb, de meio-dia à 1h. Dom, de meio-dia às 16h. Cc.: Todos. ESPETTO CARIOCA. Avenida Olegário Maciel 26, Barra da Tijuca (2146-3076). Diariamente, a partir das 18h. Cc.: Todos. GULA GULA. Loja do Shopping Tijuca na Avenida Maracanã 987, lojas 3.026 a 3.030 (2567-5114). De dom a qui, de meio-dia à meia-noite. Sex e sáb, de meio-dia à 1h. Cc.: Todos. OTTO. Rua Uruguai 380, Tijuca (21-2268-1579). Diariamente, das 11h à 1h. Cc.: Todos. SANTA SATISFAÇÃO. Loja de Copacabana na Rua Santa Clara 36 (2255-9349). De seg a sáb, das 8h30 às 23h. Cc.: Todos.

Últimas de Diversão